quarta-feira, agosto 01, 2007

Será que sai desta vez?

Bem, sabemos que o recém-empossado ministro da Defesa, Nelson Jobim, já declarou que é contra o projeto de construção de um novo aeroporto no Brasil. Ou seja, dez dias após Lula afirmar, em cadeia nacional de televisão, que anunciaria em breve uma área para a construção de um novo aeroporto, o governo já desiste do projeto.

Agora, o governo de São Paulo anunciou a construção, já no começo de 2008, de uma linha ferroviária para trens rápidos, com velocidade superior a 100 Km/h, entre as cidades de São Paulo e Guarulhos, podendo até se estender a Campinas futuramente. De acordo com o governo, a inauguração deve ocorrer no ano de 2010 (coincidência ou não, é ano eleitoral em que os brasileiros votarão para presidente e para governador).

Isso seria um progresso para o nosso País, que, em pleno século 21, não possui um transporte desse tipo. Quem sabe essa construção, se realmente sair do papel, não incentiva investimentos nessa área para o transporte de passageiros.

No entanto, do mesmo modo como o governo anunciou a construção de um novo aeroporto, ele deve declarar que desistiu do projeto. Não adianta prometer ações milagrosas para confortar o povo brasileiro, que aflito assiste sentado às conseqüências da falta de investimento em infra-estrutura no País.

Temos consciência que é mais fácil para os nossos governantes prometer ações em cima de um palanque e, depois, desistir delas em silêncio.

2 comentários:

Celinho disse...

Infelizmente é desorganizaçao total.. E agora isso da divulgaçao dos dados do acidente.. enfim..

osrevni disse...

Já ajudaria muito se conseguisse terminar o metrô sem mais acidentes graves.